jump to navigation

Politica regional janeiro 7, 2007

Posted by paulovictor in Politica.
trackback

paulo3×4.JPG
Paulo Victor de Olveira Batista
Coordenador do Blog
mm.gif pauloferhenrique.jpg mm.gif

Este espaço e livre para suas manifestações políticas, tanto críticas como elogiosas  

comentario1.jpg

Comentários»

1. paulovictor - janeiro 7, 2007

Vocês é que estão com a palavra, portanto sejam vistos e ouvidos.

2. paulovictor - janeiro 8, 2007

São Vicente em Foco

TV Primeira (Canal 19) leva ao ar, de segunda a sexta-feira, às 19h, com reapresentação às 22h, às 8h, às 12h e às 15h. Com resumo da semana, apresentado aos sábados e domingos, às 8h, às 10h, às 12h, às 16h e às 20h, o telejornal Primeira em Notícias, com o objetivo de prestar serviços à comunidade de São Vicente, divulgando os eventos de interesse da população.
A primeira TV municipal a cabo do País está em atividade desde janeiro de 2000 e é veiculada pela VIVAX aos mais de 15 mil assinantes de São Vicente.
O Primeira em Notícias apresenta reportagens, entrevistas e prestação de serviços. O programa é uma realização da Secretaria de Imprensa e Comunicação Social da Prefeitura de São Vicente.

3. paulovictor - janeiro 8, 2007

Anote em sua agenda

Arena da Encenação já começa a ser montada na Praia do Gonzaguinha
Este ano, 80 homens trabalham no local para erguer 445 mil toneladas de equipamentos

Um verdadeiro espetáculo. Esta é a definição da estrutura que vem sendo erguida na Praia do Gonzaguinha para a apresentação da maior montagem teatral em areia do mundo, a Encenação da Fundação da Vila de São Vicente, que acontecerá dos dias 22 a 28 de janeiro, às 20h30.

4. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

Codesavi lança nesta sexta-feira (05/01) Campanha de Verão para manter praias limpas
80 suportes para sacos de lixo serão distribuídos aos ambulantes da Praia do Gonzaguinha

A Companhia de Desenvolvimento de São Vicente (Codesavi) lança às 9 horas desta sexta-feira (05/01) a Campanha de Verão, em frente ao Posto de Salvamento do Gonzaguinha (calçadão da Avenida Embaixador Pedro de Toledo, próximo à Rua José Bonifácio).
Na primeira etapa, os ambulantes da Praia do Gonzaguinha receberão 80 suportes para sacos de lixo. Numa segunda fase, será a vez dos ambulantes da Praia do Itararé receberem os suportes. Eles serão entregues pela Secretaria de Relações Empresariais e Fomento à Pesca (Seremp), que possui cadastro dos permissionários.
“Destacamos ainda 80 funcionários para realizar diariamente a limpeza das praias, mantendo-as em condições de receber os banhistas”, afirma o presidente da Codesavi, Márcio Papa.

5. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

Agradecimento

Agradeço ao meu grande amigo de infancia: Antonio Sergio de Jesus pela valiosa colaboração que tem me prestado para a fundação de uma ONG destinada ao COMBATE A DENGUE. Somente pessoas que contrariram a doença e que sabem como ela é malvada e eu sou uma delas.
Caso queira colaborar mande seu nome e endereço e será muito bem vindo.

6. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

Ponte Pênsil

Um símbolo da cidade de São Vicente, um símbolo da engenharia, mas que ela atrapalha o desenvolvimento do turismo náutico e do desenvolvimento de marinas para embarcações de médio e grande porte, com certeza atrapalha.

7. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

São Vicente

São Vicente foi à primeira cidade do Brasil, portanto tinha o tamanho do Brasil, depois veio à primeira fragmentação. São Vicente foi dividido em Capitanias e transformou-se no Brasil. Nasce Santos, nasce Cubatão, nasce São Bernardo, nasce Itanhaem e São Vicente vai sendo espremido, em um passado não muito distante por inabilidade política da época perdemos também a Praia Grande. Esboça-se um movimento de criação de um outro município na parte Continental será isso bom para São Vicente? será isso bom para a Baixada Santista? Qual a sua opinião?

8. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

Abilio Tavares,

São Vicente se renova a cada ano nas encenações da fundação da Vila de São Vicente. Conhecemos a história, mas sempre encontram uma maneira muito bonita e inédita,
parabéns a seus organizadores e boa sorte para o Abílio Soares Neves Tavares, um brasileiro batalhador natural de Uberlândia responsável este ano pela apresentação.

9. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

É muito bonito ver os pés de Ficos em seqüencial na linha amarela, acho que ficaria ainda mais bonito caso fossem podados com formatos diferenciados explorando a fauna e a flora vicentina.

10. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

PÉS DE FICOS

É muito bonito ver os pés de Ficos em seqëncial na linha amarela, acho que ficaria ainda mais bonitos caso fossem podados com formatos diferenciados explorando a fauna e a flora vicentina.

11. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

Creio que o Governo Estadual através da Secretária da Educação tem cometido um grave engano.É INADMISSÍVEL continuarem com a atual política de ensino. Creio que o espírito da lei é dar ao aluno com dificuldades, mas dedicados ao aprendizado à chance de passarem de ano e não perder o estímulo, agora aprovar alunos que não tem essa preocupação é um erro muito grave, ao contrário de estimular a progressão estimula a falta de vontade.

12. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

Irmãos Negros,

Levando-se em conta a evolução das espécies, a ciência nos indica que a raça humana,
tal qual conhecemos hoje teve origem na África, portanto nossos antepassados tinham a pele negra.Quero deixar aqui registrada minha opinião e também agradecer a raça negra que embora tenham sofrido os horrores das humilhações, de serem obrigados a trabalhos forçados, separados de suas famílias, escolhidos como animais, chicoteados, construído fortunas aos Barões do Café e nada receberem em troca, mesmo assim ainda nos querem bem, mesmo assim conservaram o amor no coração..
Temos a obrigação de lutarmos por um ensino básico de altíssimo nível para que todos
tenham um inicio de vida exatamente igual e a diferença venha pelo esforço individual, pela dedicação individual, pela perseverança individual.
Queridos Negros, não se deixem cair nas armadilhas das cotas, valorizem-se, de nada adiantará concluírem uma faculdade, de nada adiantará um diploma que não reflita o verdadeiro saber. Lutem por um ensino básico de qualidade primorosa, pois assim estarão
construindo uma base sólida para toda a vida, não será a quantidade de universitários negros que fará a diferença, a diferença estará na qualidade.
Faço esses comentários por admirar as raças negras, bastas verificar as oportunidades que criaram na musica e nos esportes, são grandes vencedores.

13. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

Com relação ao comentário anterior deixo claro também que temos ótimos seres humano negros, independente de estudos, mas também temos grandes engenheiros, médicos, advogados, administradores de empresa etc, com certeza muito competentes, pois não deve ter sido nada fácil vencer as barreiras nos caminhos. Penso que deve ter as mesmas quantidades nas profissões que citei como tem nos esportes e nas musicas.

14. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

Jovens Vicentinos

Recomendo ficarem atentos no progresso que está preste a acontecer na Baixada Santista. A Petrobrás investirá nos próximos anos alguns bilhões de reais, os profissionais que ficarem preparados para essas oportunidades terão um belo futuro ou essas oportunidades ficaram para profissionais de outras regiões do Brasil. Fiquem atentos e dediquem-se ao máximo nos estudos. Orientem-se na Petrobrás ou junto aos educadores do município.

15. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

Educação Continuada

Creio que o Governo Estadual através da Secretária da Educação tem cometido um grave engano. È INADMISSÍVEL continuarem com a atual politica de ensino. Creio que o espírito da lei é dar ao aluno com dificuldades, mas dedicados ao aprendizado a chance de paasarem de ano e não perder o estímulo, agora aprovar alunos que não tem essa preocupação é um erro muito grave, ao contrário de estimular a progressão estimula a falta de vontade..

16. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

A dengue é uma das principais doenças transmitidas por vírus no mundo e um problema gravíssimo especialmente em países tropicais como o Brasil, onde o clima e os hábitos urbanos oferecem condições ótimas para o desenvolvimento e proliferação de seu mosquito transmissor, o Aedes aegypti. Em algumas zonas do Brasil recebe o nome de doença quebra-ossos.

Extraido http://pt.wikipedia.org/wiki/Dengue

17. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

Há quatro tipos de dengue, mas os mais comuns no Brasil são os 1 e 2. “O tempo de incubação da doença tipo 1, 2, 3 e 4, varia de cinco a sete dias, podendo ser um pouco mais ou menos dependendo do caso”, afirma o infectologista Davi Uip. A Sucen identificou casos do tipo 1 em Mato Grosso, Tocantins, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Goiás. Do tipo 2, em Minas Gerais, Maranhão, Bahia e Ceará. Já o Rio de Janeiro, registrou a dengue dos dois tipos (1 e 2).

O mais perigoso dos tipos de dengue é o tipo 3, que provoca a dengue hemorrágica. Os sintomas iniciais são os mesmos da dengue comum. A diferença é que, quando a febre acaba, começam a surgir sangramentos, a pressão cai, os lábios ficam roxos. A pessoa sente fortes dores no abdome e alterna sonolência com agitação. Se não tratada nos primeiros estágios, a dengue hemorrágica pode levar à morte.

Redação Terra – http://saude.terra.com.br/interna/0,,OI125966-EI1712,00.html

18. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 8, 2007

Conheça algumas doenças comuns no verão

Nesse Artigo:

– Desidratação
– Insolação
– Micoses
– Bicho-de-Pé
– Intoxicação Alimentar
– Veja Outros Artigos Relacionados ao Tema

“O verão começa oficialmente no dia 21 de dezembro. Essa é a época mais quente do ano e também a que exige maiores cuidados com a saúde, pois o calor proporciona condições ideais para a ocorrência de algumas doenças. As doenças mais freqüentes no verão são aquelas que levam a perda de líquidos e a desidratação. No entanto, outras doenças também são muito comuns. A insolação, as micoses e a intoxicação alimentar são doenças freqüentes que podem atrapalhar as suas férias”.

A Desidratação

A desidratação é a perda de líquidos e sais minerais do corpo. Normalmente, perdemos em média 2,5 litros de água por dia, seja pela urina, fezes, suor ou até mesmo pela respiração. Essa perda pode ser aumentada por vários fatores no verão. O aumento da transpiração, ou ainda alterações provocadas pela ingestão de alimentos contaminados ou mal conservados como vômitos e diarréias são mais freqüentes neste período

Quando uma pessoa está desidratada, ela apresenta sede, fica muito tempo sem urinar, com a boca e mucosas secas, olhos ressecados e fundos e mais irritada.

A desidratação pode ser grave e por isso, deve ser evitada. Algumas dicas importantes para prevenir a desidratação são: prefira local arejado e com sombra, use roupas leves, e ingira constantemente líquidos, deve-se estar atento também aos alimentos consumidos.

O soro caseiro pode ser utilizado sempre que se suspeitar de uma desidratação. Ele deve ser feito misturando uma colher de chá de açúcar e uma colher de café de sal em um litro de água. Deve-se oferecer à pessoa desidratada à vontade a cada 20 minutos e após cada evacuação no caso de diarréia. Há casos em que a desidratação se torna mais grave sendo necessário o atendimento hospitalar.

Insolação

A insolação é provocada pela exposição excessiva ao sol. Ela pode provocar intensa falta de ar, dor de cabeça, náuseas e tontura, temperatura do corpo elevada, pele quente, avermelhada e seca, extremidades arroxeadas e até mesmo a inconsciência.

Mesmo sem estar diretamente exposto ao sol, é possível ter insolação. A areia reflete o sol e, desse jeito, aumenta a temperatura da pessoa pelo calor, não pela exposição direta ao sol. Nesse caso, a pessoa não queima, mas assa. Os sintomas são idênticos aos da insolação.

Na insolação ocorre também desidratação e o individuo apresenta queimaduras que no início se manifestam por pele vermelha e ardida e quando em estágios mais avançados e graves, leva a formação de bolhas na pele.

Ao primeiro sinal de insolação, é aconselhado que a pessoa procure a sombra além de se hidratar de forma adequada. Em casos graves de queimadura e de aumento da temperatura corporal, é necessário procurar o atendimento médico.

As pessoas devem evitar tomar sol entre 10h e 16h (11h e 17h, no horário de verão), e não devem fazer exercícios físicos sob o sol nesse horário. É aconselhado também, tomar cerca de dois a três litros de água por dia, e usar protetor solar pelo menos 15 minutos antes da exposição do sol, repetindo a aplicação a cada duas horas.

Micoses

Como o verão é a estação mais quente do ano, transpiramos muito e temos mais contato com a água. Isso faz com que a nossa pele fique úmida por mais tempo. A umidade da pele favorece o aparecimento das micoses, que são doenças causadas por fungos e que podem ser adquiridos na praia ou nas piscinas. Em contato com a pele úmida, os fungos se desenvolvem rapidamente.

Todo o corpo pode ser afetado pelas micoses. No verão, é mais comum o acometimento das virilhas, pés e unhas.

A doença inicia-se sempre por uma pequena lesão vermelha. Provoca escamação contínua da pele e coceira. O stress e o sol podem facilitar a sua manifestação.

No pé, a micose mais freqüente é o pé-de-atleta, ou frieira. Ela ocorre entre os dedos. Esse tipo de micose quando não tratada pode facilitar a entrada de germes na perna provocando erisipelas, além disso com o passar do tempo provoca mau cheiro.

Nas unhas a doença mais freqüente é a onicomicose. É provocada por fungos e também por outro tipo de microrganismo comum na natureza: as leveduras. Inicia-se na ponta da unha, deixando-a amarelada. Dói bastante e incomoda. Aos poucos, a unha fica espessada e com aparência feia.

Ao sinal de micose, deve-se procurar o dermatologista. A automedicação não é aconselhada já que as micoses podem ser confundidas com outras doenças.

O Bicho-de-Pé

O bicho de pé também pode atrapalhar as suas férias e é comum nas áreas rurais. Ele é um tipo de pulga, denominado Tunga penetrans que se aloja na pele para alimentar-se do sangue e para por seus ovos. Ela pode se alojar em qualquer parte do corpo, mas prefere a região próxima às unhas. Começa com uma leve coceira no local, que pode evoluir para quadros mais graves. Caso acometido pelo bicho-de-pé, deve-se procurar o médico para sua remoção. Há casos em que é necessário o uso de antibióticos e também da vacinação contra tétano.

Intoxicação Alimentar

Nas férias é comum que as pessoas se alimentem na praia, no clube ou em outros locais que muitas vezes não possuem higiene adequada no preparo e conservação dos alimentos. As refeições em self-service que são comuns nestes períodos, os salgadinhos na praia, os peixes e outros petiscos que na maioria das vezes ficam expostos por longos períodos à temperatura ambiente são os principais causadores da intoxicação alimentar.

Intoxicação alimentar é o nome que se dá aos sintomas desagradáveis que uma pessoa experimenta depois de ingerir alimentos contaminados por microorganismos nocivos. Os microorganismos afetam diversos tipos de alimentos, não sendo obrigatório que ele esteja estragado para que ocorra a contaminação. São várias as causas de intoxicação alimentar.

Quando uma pessoa ingere um alimento contaminado, ela pode desenvolver alguns sintomas que variam de acordo com o microorganismo causador do distúrbio. Um alimento contaminado pela Salmonela, por exemplo, que é um microorganismo que atinge as carnes, pode causar diarréia, um simples desarranjo intestinal, náuseas, vômitos, febre, cefaléias, e até mesmo, desidratação grave.

Em geral, os sintomas da intoxicação alimentar duram poucos dias. Nos casos menos graves, um dia de repouso e a ingestão de uma grande quantidade de água ou de sucos, são suficientes para compensar a perda de líquidos provocada pela diarréia ou pelos vômitos. Nos casos mais graves, é necessário procurar um médico para o tratamento especifico contra o agente causador da intoxicação. A intoxicação alimentar nos casos mais graves pode ser fatal.

Com alguns cuidados básicos você poderá fazer com que o verão seja ainda mais prazeroso.

Copyright © 2005 Bibliomed, Inc. 03 de Janeiro de 2005.

19. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 9, 2007

O poder executivo através de seus órgãos de segurança faz de tudo para coibir a venda de CDs e DVDs piratas, mas infelizmente uma boa parcela da população ainda não compreendeu que ao comprar o objeto qualquer pirata ou contrabandeado está não só alimentando a ilegalidade como também está tirando escolas, centros de saúde e da própria segurança pública que tenta combater esses ilícitos, ao pagar um pouco mais caro às pessoas estão na verdade construindo escolas e hospitais, bem como toda a atividade inerente ao poder público. Caso você reclama da falta de alguma coisa, mas compra produtos ilícitos brigue com você mesmo.

20. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 9, 2007

Não permita que seu filho seja adotado pelo tráfico, estabelece limites, de bons exemplos dê pouca televisão e muita atenção, escotismo é uma boa alternativa e muito esporte.

21. Paulo Victor de Oliveria Batista - janeiro 9, 2007

nova página eletrônica da Controladoria-Geral da União (CGU) tem muitas novidades para o cidadão. Com informações mais completas e atualizadas sobre o trabalho realizado pela Controladoria, a página também está com uma navegação mais fácil e uma programação gráfica moderna e mais adequada à nova estrutura de dados.

As informações da nova página estão organizadas em quatro grandes temas, que correspondem às áreas finais de atuação da CGU: “Auditoria e Fiscalização”, “Prevenção da Corrupção”, “Correição” e “Ouvidoria”. A linguagem busca eliminar termos técnicos e de difícil compreensão para facilitar o entendimento por parte do cidadão. O objetivo é fazer com que o público da Controladoria localize rapidamente as informações desejadas e tenha um entendimento claro sobre as atividades desenvolvidas pela CGU.

Outra novidade refere-se à acessibilidade para pessoas com deficiência. A partir de agora, a página da CGU estará acessível a pessoas com deficiência visual ou motora, que utilizam programas de voz para navegar e ter acesso às informações publicadas na internet. Confira a nova página da Controladoria-Geral da União

——————————————————————————–

22. Paulo Victor de Oliveira Batista - janeiro 11, 2007

Do corporativismo e outros males do Estado brasileiro

Um dos principais males que dificulta o avanço da cidadania e da democracia no Brasil é o corporativismo.

As corporações conseguem pelo seu poder de organização e de influência junto à sociedade fazer parecer que suas demandas são as demandas de toda a sociedade. Impedem, com um discurso de viés autoritário e muitas vezes moralista, a discussão das questões que apresentam ou das ações que praticam. Muitas vezes socorrem-se da história – “sempre foi feito assim” – ou em algum código legal ou até mesmo da necessidade de crescimento a qualquer custo.

Na verdade, buscam cristalizar privilégios e impedir avanços. São contra a transparência pública e o controle social. Algumas vezes defendem esses postulados, mas quando a questão é colocada diante de suas práticas querem estabelecer uma inata vocação para o bem que faz com que isso não se aplique. Transparência e controle são bons postulados sempre para o vizinho.

Para que nossa democracia responda às reais necessidades da sociedade brasileira isso não pode perdurar. Ninguém pode estar a salvo do controle e da transparência.

Precisamos, ainda, ampliar nosso embasamento técnico para a tomada de decisões políticas. Não estou a propor aqui a extinção da política. Na verdade o que é preciso para que a política possa ser revitalizada é que se tomem decisões que possam efetivamente ser cumpridas e que tenham viabilidade ao longo do tempo. Precisamos estreitar o vínculo da política com a academia. Uma academia multifacetada. Que vá analisar e pensar as várias questões de nosso desenvolvimento buscando entender as demandas do presente – afinal como já disse um economista “no longo prazo estaremos todos mortos” – com as possibilidades do futuro, amparada pelos vários ramos da ciência e do conhecimento humano.

Se isso não for feito o que veremos é um crescente tensionamento e ampliação da violência no processo de tomada de decisões.

Penso nessas questões quando analiso os recentes problemas de manifestação corporativa – sem fazer nenhum juízo de valor sobre o caso em si – sobre a questão das cotas para a Universidade Federal do Espírito Santo e a postura do Ministério Público do Espírito Santo que diante da proposta apresentada pela Transparência Capixaba de mudanças para o próximo pleito do órgão preferiu procurar fantasmas.

São, no meu entendimento, manifestações que tem uma base comum de pressão de corporações, falta de transparência e pouquíssimo embasamento para o processo de tomada de decisões.

Nossa democracia ainda tem muito que avançar e, com certeza, demandará uma ampla ação da sociedade civil para isso acontecer. Uma sociedade civil, no entanto, não corporativa e interessada nos benefícios de longo prazo de nossa democracia e em avanços progressivos da cidadania.

A dica da semana é o livro “Stálin: a corte do czar vermelho”. Publicado pela Companhia das Letras esse ano, o livro, de autoria do escritor, historiador e jornalista britânico Simon Sebag Montefiore, analisa com maestria a profundidade do terror na União Soviética de Stálin e o envolvimento de seus vários líderes da época. Leitura imperdível para se compreender até onde podemos ir com a construção de sistemas sociais, políticos e econômicos supostamente perfeitos onde não havia um mínimo de controle social e transparência pública.

Continuando com a indicação de livros sobre o desenvolvimento político do Brasil a coluna recomenda “História da Cidadania” organizado por Jaime Pinsky e Carla Bassanezi Pinsky, “Formação do Brasil Contemporâneo” de Caio Prado Júnior e “Os bestializados” de José Murilo de Carvalho.

Rafael Cláudio Simões é historiador e professor da UVV.

http://www.rededenoticias.com.br/materia.php?id=891

Paulo Victor de Oliveira Batista
CIM 129851
http://www.virtuatradecenter.com.br

23. Paulo Victor de Oliveira Batista - fevereiro 17, 2007

Fernando Pessoa

Onde você vê um obstáculo,
alguém vê o término da viagem
e o outro vê uma chance de crescer.

Onde você vê um motivo pra se irritar,
Alguém vê a tragédia total
E o outro vê uma prova para sua paciência.

Onde você vê a morte,
Alguém vê o fim
E o outro vê o começo de uma nova etapa…
Onde você vê a fortuna,
Alguém vê a riqueza material
E o outro pode encontrar por trás de tudo, a dor e a miséria total.

Onde você vê a teimosia,
Alguém vê a ignorância,
Um outro compreende as limitações do companheiro,
percebendo que cada qual caminha em seu próprio passo.

E que é inútil querer apressar o passo do outro,
a não ser que ele deseje isso.
Cada qual vê o que quer, pode ou consegue enxergar.

“Porque eu sou do tamanho do que vejo.
E não do tamanho da minha altura.”

——————————————————————————–

Fresta (Fernando Pessoa)

Em meus momentos escuros
Em que em mim não há ninguém,
E tudo é névoas e muros
Quanto a vida dá ou tem,
Se, um instante, erguendo a fronte
De onde em mim sou aterrado,
Vejo o longínquo horizonte
Cheio de sol posto ou nado

Revivo, existo, conheço,
E, ainda que seja ilusão
O exterior em que me esqueço,
Nada mais quero nem peço.
Entrego-lhe o coração.

——————————————————————————–

Não Sei Quantas Almas Tenho (Fernando Pessoa)

Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não atem calma.

Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,

Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que sogue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: “Fui eu?”
Deus sabe, porque o escreveu.

——————————————————————————–

Vaga, no azul amplo solta, vai uma nuvem errando… (Fernando Pessoa)

Vaga, no azul amplo solta,
Vai uma nuvem errando.
O meu passado não volta.
Não é o que estou chorando.
O que choro é diferente.
Entra mais na alma da alma.
Mas como, no céu sem gente,
A nuvem flutua calma.

E isto lembra uma tristeza
E a lembrança é que entristece,
Dou à saudade a riqueza
De emoção que a hora tece.

Mas, em verdade, o que chora
Na minha amarga ansiedade
Mais alto que a nuvem mora,
Está para além da saudade.

Não sei o que é nem consinto
À alma que o saiba bem.
Visto da dor com que minto
Dor que a minha alma tem.

——————————————————————————–

Cai Chuva do Céu Cinzento (Fernando Pessoa)

Cai chuva do céu cinzento
Que não tem razão de ser.
Até o meu pensamento
Tem chuva nele a escorrer.

Tenho uma grande tristeza
Acrescentada à que sinto.
Quero dizer-ma mas pesa
O quanto comigo minto.

Porque verdadeiramente
Não sei se estou triste ou não.
E a chuva cai levemente
(Porque Verlaine consente)
Dentro do meu coração

——————————————————————————–

O Amor, Quando Se Revela (Fernando Pessoa)

O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p’ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há-de dizer.
Fala: parece que mente…
Cala: parece esquecer…

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pra saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar…

——————————————————————————–

Certeza (Fernando Pessoa)

De tudo, ficaram três coisas:
A certeza de que estamos sempre começando…
A certeza de que precisamos continuar…
A certeza de que seremos interrompidos antes de terminar…

Portanto devemos:
Fazer da interrupção um caminho novo…
Da queda um passo de dança…
Do medo, uma escada…
Do sonho, uma ponte…
Da procura, um encontro…

Paulo Victor de Oliveira Batista
CIM 129851
http://paulovictor88@uol.com.br

24. Irene Silva - abril 17, 2007

Sr. Ouvidor da CODESAVI

Solicito informacao sobre exames de sangue coletados no dia 26 de fevereiro, no posto de saude da Av.Antonio Emerickque segundo as atendentes ate esta data nao tiveram retorno.
Gostaria de saber para quando esta previsto os resultados,
Certa de contar com sua atencao aguardo resposta.

Irene

25. Marcia - novembro 29, 2009

Politica não é facil http://www.chamedicinal.com.br


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: